quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Flô

Não irei me entregar ao acaso.
Fechar a porta de qualquer esperança.
Ainda mantenho meus olhos firmes.
Coração sincero, embora árido.
No céu, forma-se algo parecido com chuva.
Gotas caem.
E não são lágrimas.
É o agreste que habita o peito querendo ter o que florescer.

12 comentários:

  1. É o que eu te disse hoje: tua escrita é peculiar.
    Tem sua marca.
    =)
    E eu gosto tanto!

    "Coração sincero, embora árido"

    Essa frase foi linda!

    Um beijão, Marcinho!!!!

    Gosto muitoooooooo desse guri.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A esperança é a flor que florescerá nesse agreste, irrigando cada cantinho de sequidão. Logo um calor surgirá, mas não o da seca, o da paixão, que fará arder o corpo e acalentar o coração!!!

    Beijos floridos, Márcio!

    ResponderExcluir
  4. Meu coração é terra seca, árida, mas vezenquando eu desejo que alguém venha e gentilmente regue, plante algo nele.

    ResponderExcluir
  5. O agreste
    A habitar o peito
    Virou gotas de orvalho
    Numa noite estrelada...

    Acariciou as rosas do jardim,
    Num abraço perfeito,
    E o sol da manhã, ao crestá-la,
    Sentiu a alma pesada...

    ResponderExcluir
  6. Em terreno árido é dificil florescer alguma coisa. Quando floresce é pq a raíz é forte e a natureza disso heróica.

    ResponderExcluir
  7. Venho aqui pela primeira vez, por indicação da Laís. E gostei muito!

    Besitosss

    ResponderExcluir
  8. Essa é a nossa sede da vida.
    abs

    ResponderExcluir
  9. Minha madrinha aqui no blog do guri! *____*

    Tá vendo, eu indico seu blog...hehehe


    Beijãooooooooooooooo Marcinho!!! =)

    ResponderExcluir
  10. Laisinha!!
    O coração de muitos é assim, infelizmente.
    Um beijãooo!

    Marília!
    E eu espero que floresça mesmo!:)
    Um beijão!

    Pamela!
    Todos desejamos! :)
    Um beijo!

    Daniel!
    Sede que mata como todas as outras!
    Um abraço!
    Abdoul!
    Valeu pelo comentário!
    Um abraço!

    Desmanche!
    Importante é pensar que pode. O resto se faz completar!
    Um abraço!

    Raquel!
    Obrigado pela visita, volte mais vezes!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  11. Belos textos!

    Vim por indicação da Laís D'Ponte. Gostei muito do seu blog.

    Abraços.

    ResponderExcluir