domingo, 7 de fevereiro de 2010

Cross-eyed Mary

Maria Vesga e suas momices. Joga confete na rua e sai sorrindo para que todos vejam. Seu triciclo range, mas ela não abdica de querer ter em seu rosto o sabor do vento.
Dizem que na sua cabeça fulguram cargas elétricas das nuvens ao chão.

P.S. Como a Marília falou da música, resolvi pôr o video aqui.
Deleitem-se. :)

video

5 comentários:

  1. Maria é uma daquelas figuras dignas de se conhecer.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Abdicar do sabor do vento é abdicar de ser feliz...

    Adorei a música, parece repleta das cargas elétricas da Cross-eyed Mary!
    Um beijo com o sabor do vento!

    ResponderExcluir
  3. Há certas coisas das quais não se deve livrar-se, nunca!

    Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  4. experiencias peculiares nesse espaço! Eu gosto!

    ResponderExcluir
  5. Que saudades de passar por esse canto tão inteligente! ;D
    HAHAHA.

    Acho que estou (e estarei) um pouco mais presente esses dias no blog, pois minhas aulas ainda não começaram.

    Estou lendo os muitos, e maravilhosos, posts que eu perdi. Rs.

    Beijos,
    :*

    ResponderExcluir