domingo, 15 de dezembro de 2013

Essência

Se te dou uma flor,
guarde-a,
regue-a.
Não chore pela vida breve que ela carrega.
Porque nós também somos breves.
Num piscar, perdemos a infância.
Num esgar, a adolescência.
Na rotina, o resto de nossa essência.

Um comentário: