quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Imaginário

Eu sei o que tem povoado meu imaginário.
Nunca mais penso em olhar para trás.
Pois o horizonte não se apresenta temerário.
Eu vejo bem um pôr-do-sol, luzes. A beleza do céu me satisfaz..

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. O agora é o tempo que o Português deveria classificar como mais-que-perfeito. De pretéritos, a vida se esvazia. Olhar para trás? Não,hoje há real poesia.

    ResponderExcluir
  3. A beleza do céu me satisfaz!

    Lindo isto! Tantas coisas povoam o imaginário, ainda não alcancei essa perfeição de não olhar para trás.

    Beijos, poeta!

    Mirze

    ResponderExcluir