quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Rosa

Eu espero o teu perfume, linda rosa.
De todas és a mais formosa.
Quem dera eu pudesse te colher para plantar em minha terra.
Ah, meu jardim iria rejuvenescer.
As maçãs iriam crescer.
E nem todo o caramelo seria suficiente para vencer a tua doce presença.

6 comentários:

  1. Um poeta apaixonado. Pq isso é tão bonito...e triste ao mesmo tempo?

    ResponderExcluir
  2. Tem um jardim muito bonito...

    ...com rosas perfumadas!

    Afinal, é o jardim do paraíso: tem maçãs! Sem pecado?
    :)
    Abraço,
    António

    ResponderExcluir
  3. Lindo, mas a última frase me deixou intrigado.

    abs

    ResponderExcluir