domingo, 22 de agosto de 2010

Palhaço



Hoje é um daqueles dias que me visto de alegria. O nariz vermelho me guia, enquanto um corredor branco se pinta de qualquer cor. Eu sinto sorrisos, vejo expectativas. O mundo gira, infância, pára e pira. Por algumas horas, sujeito indefinido. Poeta do riso. Criador de sintonia.

12 comentários:

  1. O mais lindo, difícil e, creio, gratificante trabalho: fazer o outro rir, criança.

    Abraços, amigo.

    ResponderExcluir
  2. Criar riso e sintonia, é propagar luz.

    Deixo-te um cheiro meu.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Sim, o Poeta tem esse poder, mostra sua essência, é contágio imediato, não tem como ficar imune, felicidade que transborda!

    Parabéns, Poeta!

    ResponderExcluir
  4. Que coisa mais linda. A melhor forma de ajudar o proximo, sem duvida, eh arrancar um sorriso sincero. Nao ha dinheiro que pague um dia feliz.

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Quem ri chora na solidão!

    Abs poeta.

    ResponderExcluir
  7. Todo dia é dia para a alegria. O que temos é mesmo o dia. Sejamos felizes agora então, Márcio.

    *Entre o sonho e a realidade eu prefiro a realidade que me permita sonhar. http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Marcio, chará, obrigado pelos comentários sempre delicados. Como delicada também é tua escrita aqui, singela, poeta do riso.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. fazer as pessoas rirem de verdade é o sonho de qualquer palhaço. Poeta do riso!

    bjs

    ResponderExcluir
  10. O palhaço Poeta é o mais fofo de tooodos!

    =)

    ResponderExcluir
  11. Acaso tem um riso sobrando para me emprestar?

    Se tiver, vou colar ele em meu rosto por uns dias.

    Depois te devolvo.

    Um beijo alado em teu coração de papel.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns, Márcio.
    Rir cura todos os males.
    Fazer rir então, nem sei classificar tamanha grandeza.
    Daniel

    ResponderExcluir